Espaço dedicado à divulgação da técnica que combate e cura doenças com a retirada de sangue da veia e aplicação imediata no músculo. Esta terapia vem salvando vidas há mais de cem anos.


INFORMAÇÕES SOBRE AUTO-HEMOTERAPIA, A TERAPIA QUE CURA ATRAVÉS DO SANGUE


 

ANVISA CONFUSA SOBRE AUTO-HEMOTERAPIA

--- Walter Medeiros

Em janeiro deste ano enviamos à ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária uma cópia do nosso artigo no qual mostramos que o CFM - Conselho Federal de Medicina publicou parecer sobre a prática da auto-hemoterapia, no qual mostra uma séria de dúvidas e reage cegamente à realidade atual, desconsiderando os trabalhos científicos. Mostrávamos a superficialidade do parecer do CFM, que não condiz com a importância do órgão para a prática médica no Brasil, gerando perdas imensas e irreparáveis às pessoas que dependem da auto-hemoterapia.

Alguns dias depois, recebemos um parecer daquele órgão, o qual achava que devia ter interesse em solucionar problemas de saúde pública no país. Dizia o parecer que “Em virtude da complexidade do tema, o qual necessita estudo e consulta a outras instituições, encaminharemos resposta ao seu questionamento posteriormente”. Achamos razoável que se preocupassem em estudar o assunto e consultar outras instituições. Mas agora em abril recebi outra resposta, que demonstra o descontrole, o descaso e a falta de atenção aos assuntos submetidos à ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária através da sua ouvidoria.

Enquanto iludido na minha boa fé, esperava que aquele órgão do governo estivesse verificando o assunto, para prestar esclarecimentos ao público sobre auto-hemoterapia. Recebi uma resposta explicando que o CFM - Conselho Federal de Medicina e outros órgãos desaconselham a técnica, que consiste no combate a doenças através do sangue retirado da veia e aplicada no músculo. Esta informação já era do conhecimento público havia muito tempo e questionei novamente, para saber sobre a posição da ANVISA, que era o que me interessava. Eis que me mandam uma resposta surpreendente: “esclarecemos que nossa posição já é definitiva e encontra-se na Nota Técnica de 13/04/2007, disponível no nosso site”.

Se a posição que tinham era a mesma posição vulgar, incompleta e superficial de abril de 2007, por quê em janeiro de 2008 enviaram-me um documento afirmando que “Em virtude da complexidade do tema, o qual necessita estudo e consulta a outras instituições, encaminharemos resposta ao seu questionamento posteriormente”? Achávamos que a seriedade do órgão e importância do assunto comportariam essa consulta a outras instituições. Mas fica claro que esta consulta à qual se referem não foi feita e tudo que a ANVISA tem para se basear são os citados pareceres e notas incompletas e sem qualidade. Mais uma vez lamentamos que a população brasileira esteja à mercê de órgãos que não se preocupam com a sua saúde.

Inconformado com a resposta, enviamos nova mensagem à ANVISA, com o seguinte teor:

“Prezados Senhores,

Em vista da abertura que dão na resposta sobre auto-hemoterapia, ao enfatizarem que, “como é de praxe na nossa instituição, estamos abertos a críticas construtivas que possam esclarecer e contribuir ao aprofundamento do conhecimento sobre o assunto”, gostaria de apresentar algumas observações relacionadas com pontos que podem ser levados em consideração.

1. VV. SS. fazem informam sobre uma pesquisa e análises amplas sobre o assunto. Para ajudar na compreensão, seria bom que informassem mais detalhadamente sobre esta pesquisa, as análises amplas, pareceres, bibliografias e quais instituições e cidadãos as encaminharam.

2. A informação de que não reconhecem do ponto de vista científico o procedimento “auto-hemoterapia por não existir evidências científicas que comprovem sua eficácia e garantam sua segurança, isto é, que comprovem não haver risco sanitário associado a esta prática” é do nosso conhecimento. Entretanto, como órgão da importância que é a ANVISA, há de convir que, acatando um parecer superficial e incompleto, como o que emitiu o Conselho de Medicina, está indo de encontro a uma realidade que é bem outra, a começar da opinião de dezenas de médicos conceituados, qualificados e responsáveis.

3. A ANVISA tem como missão - conforme ressaltaram - proteger e promover a saúde da população, garantindo a segurança e qualidade sanitária de produtos e serviços oferecidos à população. Não nos consta, entretanto, nenhuma reclamação feita à ANVISA de alguém que se viu prejudicado por causa da prática da auto-hemoterapia. O que ocorreu até agora foi uma seqüência de contradições no âmbito dos Conselhos de Medicina, pois o CREMERJ adotou uma decisão em 2006 e em 2007 adotou decisão oposta, cassando o registro do Dr. Luiz Moura. Em seguida, o CFM emitiu o aludido parecer 12, completamente questionável.

4. A comprovação científica e a aceitação da auto-hemoterapia pode vir através de atitudes imparciais dos órgãos de saúde, levando em consideração a Declaração de Helsinque e Resoluções do próprio CFM, que permite a prática de terapias provisoriamente e impede o uso da técnica aqui em abordagem. Não seriam somente dez anos, para a auto-hemoterapia, se houvesse indicação de uma metodologia justa de apuração, já teríamos mais de 100 anos para comprová-la.

5. Apelando para o profissionalismo, o espírito público e a paciência de VV. SS., anexo artigo que mostra como a questão precisa ser analisada sobre vários outros aspectos.

Diante desta situação, continuamos acreditando que este órgão encontrará uma forma de agir para realmente tomar a decisão mais justa.

Atenciosamente,

Walter Medeiros”

Algo mais estranho ainda se deu quando aquele órgão de fiscalização do governo federal apresentou a seguinte sugestão: “Quanto aos comentários sobre parecer do CFM, sugerimos encaminhá-los diretamente a esta instituição, responsável pelo referido parecer, no endereço eletrônico: http://www.portalmedico.org.br/novoportal.

Mostramos imediatamente que comentário fora encaminhado, sim, para o CFM. Entretanto, ao darem a sugestão de encaminhamento, fica a impressão de que o texto não teria sido levado em consideração.

O que ocorre é que o envio do comentário para a ANVISA se deu como forma de alertar esse órgão sobre os procedimentos distorcidos adotados pelo CFM. Havia a informação de que a ANVISA utilizaria para tirar suas conclusões, o documento do referido Conselho. Até porque veio da ANVISA a informação de que ainda não existiria uma posição definitiva a respeito. No momento, entretanto, vemos que há uma posição firmada, contrariando todas as regras de bom senso no trato de questões como esta.

Será mesmo este o papel da ANVISA, ignorar as necessidades de saúde de milhões de pessoas que querem e precisam utilizar uma terapia com mais de 100 anos de uso e contra a qual não se apresentou nenhum argumento? Portanto, esclarecemos que o comentário sobre o Parecer do CFM, superficial, incompleto e tendencioso, foi enviado mesmo para prevenir a ANVISA sobre a possível injustiça de adotar posição com base no referido documento.

Fica difícil esperar e acreditar que o bom senso prevalecerá e este assunto será analisado com a atenção que precisa e merece. A impressão que temos é de que o assunto vai sendo – como se diz no popular - empurrado com a barriga, já que o governo e os conselhos profissionais não têm interesse em esclarecer ou – no palavreado de Abelardo Barbosa, o Chacrinha, não estariam para explicar, mas sim para confundir.

 
 

DESTAQUE DO DIA 

AUTO-HEMOTERAPIA NO SÉCULO DIÁRIO

 

ROTEIRO

1. O que é auto-hemoterapia?

2. Novidades

3. Abaixo-assinado

4. Pesquisa

5. Histórico

6. Médicos

7. DVD do Dr. Luiz Moura

8. Links

 

 

 

 

1. O que é auto-hemoterapia?

É uma técnica simples, em que, mediante a retirada de sangue da veia e a aplicação no músculo, ela estimula um aumento dos macrófagos, que são, vamos dizer, a Comlurb (Companhia de Limpeza Urbana) do organismo.

Os macrófagos é que fazem a limpeza de tudo. Eliminam as bactérias, os vírus, as células cancerosas, que se chamam neoplásicas. Fazem uma limpeza total, eliminam inclusive a fibrina, que é o sangue coagulado. Ocorre esse aumento de produção de macrófagos pela medula óssea porque o sangue no músculo funciona como um corpo estranho a ser rejeitado pelo Sistema Retículo Endotelial (SRE). Enquanto houver sangue no músculo o Sistema Retículo Endotelial está sendo ativado. E só termina essa ativação máxima ao fim de cinco dias.   

A taxa normal de macrófagos é de 5% (cinco por cento) no sangue e, com a auto-hemoterapia, nós elevamos esta taxa para 22% (vinte e dois por cento) durante 5 (cinco) dias. Do 5º (quinto) ao 7º (sétimo) dia, começa a declinar, porque o sangue está terminando no músculo. E quando termina ela volta aos 5% (cinco por cento). Daí a razão da técnica determinar que a auto-hemoterapia deva ser repetida de 7 (sete) em 7 (sete) dias.   

Essa é a razão de como funciona a auto-hemoterapia. É um método de custo baixíssimo, basta uma seringa. Pode ser feito em qualquer lugar porque não depende nem de geladeira - simplesmente porque o sangue é tirado no momento em que é aplicado no paciente, não há trabalho nenhum com esse sangue. Não há nenhuma técnica aplicada nesse sangue, apenas uma pessoa que saiba puncionar uma veia e saiba dar uma injeção no músculo, com higiene e uma seringa, para fazer a retirada do sangue e aplicação no músculo, mais nada. E resulta num estímulo imunológico poderosíssimo.   

 

TRANSCRIÇÃO DO DVD COM ENTREVISTA DO DR. LUIZ MOURA

INÍCIO

 

2. Novidades

AUTO-HEMOTERAPIA ENFRENTA OBTÁCULOS

DVD do Dr. Luiz Moura tem transcrição na Internet

Estudante de medicina defende auto-hemoterapia

Declaração de Helsinque é ignorada no Brasil

Auto-hemoterapia tem apoio do SINDSAÚDE mineiro

Usuários da AHT abrem novo grupo de discussão

Cineasta diz que DVD Auto-hemoterapia tocou alma do povo

Proibição da pode causar mortes e precisa ser suspensa

Auto-hemoterapia no Jornal do Conselho de Medicina

Proibição da AHT é "equívoco", segundo enfermeiros

Elitismo da medicina retarda aprovação do uso da técnica

 

INÍCIO

 

3. Abaixo-assinado

CLIQUE AQUI OU NA FOTO PARA ACESSAR O ABAIXO-ASSINADO

 

ABAIXO-ASSINADO DEFENDE AUTO-HEMOTERAPIA

INÍCIO

 

4. Pesquisa

 

PESQUISA DO SITE ORIENTAÇÕES MÉDICAS

•  Esta pesquisa é destinada somente para pessoas que fazem ou já fizeram aplicações de Auto-hemoterapia durante um período mínimo de um mês. 

logo de Orientações Médicas

Resultado da primeira pesquisa virtual de
Orientações Médicas sobre Auto-hemoterapia

INÍCIO

 

5. Histórico

 

FANTÁSTICO, CONSELHOS E USUÁRIOS

. "FRAUDE" FORJADA (AUTO-HEMOTERAPIA NO FANTÁSTICO)

. O MÉDICO BAIXOU O NÍVEL (PRESIDENTE DO CFM DETRATA COLEGA)

. PARECER DO CREMERJ É CHEIO DE FALHAS (PARECER NÃO TEM ARGUMENTOS CONTRA AUTO-HEMOTERAPIA)

. AUTO-HEMOTERAPIA, UMA QUESTÃO DE PESQUISA (PARECER DO CFM É CHEIO DE DÚVIDAS)

. PESQUISA E ABAIXO-ASSINADO SOBRE AUTO-HEMOTERAPIA (SITES UTILIZAM ESTES MEIOS PARA CONSTATAÇÕES E DEFESA DA AUTO-HEMOTERAPIA)

. AUTO-HEMOTERAPIA: PROIBIÇÃO PODE SER PENA DE MORTE PARA MUITOS (ARTIGO MOSTRA CONSEQUÊNCIAS DA PROIBIÇÃO)

. CASSAÇÃO DE REGISTRO DO DR. LUIZ MOURA VIOLA DIREITOS HUMANOS

. SUPERFICIALIDADE NO PARECER DO CFM

. CASSAÇÃO DO DR. LUIZ MOURA NO OBSERVATÓRIO DA IMPRENSA

. DR. ALEX BOTSARIS QUER EQUILÍBRIO NA AVALIAÇÃO DA AUTO-HEMOTERAPIA

. CFM ADMITE TERAPIA SEM COMPROVAÇÃO

. PARECERES DO CFM CRIAM CONFUSÃO SOBRE CIÊNCIA

. MÉDICO DO HC-FMUSP DEFENDE ASSOCIAÇÃO

INÍCIO

 

6. Médicos

 

. Médico paulista também recomenda AHT

. Mastologista sugere estímulo à pesquisa

. Proibição à auto-hemoterapia é agressão à arte de curar

. Médico prevê sucesso da auto-hemorerapia

. Médico diz que prescrever auto-hemoterapia é ato de humanidade

. Médico mineiro diz que auto-hemoterapia seria redenção da saúde pública

. Paraibanos aprovam a auto-hemoterapia

INÍCIO

 

7. DVD do Dr. Luiz Moura

 

Auto-Hemoterapia 

Contribuição para a Saúde 

Conversa com Dr. Luiz Moura 

___________________________ 

 

Transcrito do vídeo-depoimento realizado por 

Ana Martinez e Luiz Fernando Sarmento 

_____________________________________________ 

LEIA A TRANSCRIÇÃO DO DVD DO DR. LUIZ MOURA

INÍCIO

 

8. Links

 

. PARTICIPE DO FORUM SOBRE AUTO-HEMOTERAPIA: http://inforum.insite.com.br/66763/

. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE MEDICINA COMPLEMENTAR

INFECÇÃO E SABEDORIA DOS MÉDICOS ANTIGOS

. ASOCIACION MEXICANA PARA EL DIAGNOSTICO Y TRATAMIENTO DE ENFERMEDADES AUTOINMUNES

. AUTOHEMOTRANSFUSÃO COMO PREVENÇÃO DE COMPLICAÇÕES PULMONARES PÓS-OPERATÓRIAS

Artigo publicado no "The American Journal of Surgery" (May, 1936 - pág.321), intitulado "Autohemotransfusion in Preventing Postoperative Lung Complications" e assinado por Michael W. Mettenletter (cirurgião do Pós-Graduate Hospital, de Nova York). Texto em inglês; arquivo pdf.

INÍCIO


VISITAS DESDE 17.04.2008:

 

TOPO

ROTEIRO

NATAL RN SITES

FORUM

FALE CONOSCO