Espaço dedicado à divulgação da técnica que combate e cura doenças com a retirada de sangue da veia e aplicação imediata no músculo. Esta terapia vem salvando vidas há mais de cem anos.


INFORMAÇÕES SOBRE AUTO-HEMOTERAPIA, A TERAPIA QUE CURA ATRAVÉS DO SANGUE


14.07.2008

Saúde sem foco na CBN

--- Walter Medeiros*

Uma série de informações desencontradas e desatualizadas confundiu hoje (14.07.2008) os ouvintes da Rádio CBN, na coluna “Saúde em foco”, apresentada pelo médico Luiz Fernando Correia. A título de fazer um “alerta”, o apresentador completamente desinformado juntou um amontoado de assuntos e opiniões com o claro propósito de combater a auto-hemoterapia. Um combate com base em dados verdadeiros até que seria aceitável e justo, mas estas investidas que são feitas em vários lugares, pelo fato de se basearem em afirmações tendenciosas, findam prejudicando a imagem da própria categoria dos médicos. 

A confusão começou logo pela chamada, que dizia: “auto-hemoterapia, sem comprovação científica, é ‘exportada’, alerta médico”. Em seguida afirmava: “Suposto tratamento seria efetivo contra diabetes e doenças mentais, mas não funciona.” E  mais adiante completava: “Propaganda charlatã chegou ao México; conselhos de medicina brasileiros condenam uso.” A pseudo-informação dizia que “Depois do Brasil, o México é o novo alvo da autohemoterapia, prática sem comprovação científica. Naquele país, o dito tratamento promete a cura do diabetes e de problemas como doenças degenerativas neurológicas.”

RECONHECIMENTO

É importante lembrar que esta afirmação de que a auto-hemoterapia não teria comprovação científica é contestada por dezenas de médicos e o próprio Conselho Federal de Medicina teve de voltar atrás e dizer em nota no seu jornal que um tipo de auto-hemoterapia – o tampão sanguíneo peridural – “é cientificamente amparado por relevante literatura médica”. Com este esclarecimento, o CFM anuncia que a auto-hemoterapia é permitida aos médicos anestesistas, pois o “tampão sangüíneo peridural” nada mais é do que uma espécie de auto-hemoterapia utilizada durante cirurgias. Mais grave ainda é que este procedimento foi comentado no Parecer do CFM, porém numa tentativa de desqualificá-lo.

Trata-se de uma referência idêntica à do Dr. Alex Botsaris, que disse, em artigo: “não é verdade que essa terapêutica não tenha nenhum fundamento, nem que não haja nenhum trabalho publicado sobre ela na literatura mundial ou nacional, como afirma a SBHH”. Dr. Botsaris informou que “Na base de dados Pubmed, do NIH (Instituto Nacional de Saúde americano), considerada a maior base de dados médicos do mundo, existem cerca de 106 estudos científicos publicados sobre auto-hemoterapia, a maioria sendo clínicos.” Segundo ele, “É um numero modesto, mas mostra que alguma pesquisa já foi realizada.”

UTILIZAÇÃO

A abordagem desinformada ignora que o uso da auto-hemoterapia no México vem de muitos anos, portanto não chegou agora e lá, ao contrário do Brasil, não é uma prática proibida. Ao afirmar que a auto-hemoterapia “é exportada”, o assunto é apresentado como uma novidade, embora já dure muitos anos no México que, aliás, a conhece desde 1938, portanto há 70 anos. Aliás, a auto-hemoterapia está sendo usada também na Argentina, no Paraguai, em Cuba e muitos outros países, inclusive da Europa, como Portugal e Alemanha.

Em seguida, a técnica é tachada de “Propaganda charlatã”, ignorando que as autoridades de saúde no Brasil ainda não apresentaram uma posição qualificada a respeito. Dizendo que “A aplicação da terapia é feita à revelia do controle das autoridades e expõe a população a riscos desnecessários.”, o comentarista comete um ato falho, pois se não estiver comprovado cientificamente que funciona, segundo a sua opinião, também não teria comprovação científica de que causaria risco aos usuários.

PROCESSOS

A confusão aumenta quando o comentarista apresenta uma séria de dados desconsiderando muitos fatos ocorridos durante este ano. Ele anuncia que “O Conselho Regional de Medicina de Pernambuco, após consulta popular, pronunciou-se a respeito da autohemoterapia. O médico que divulga o método já está enfrentando processos sobre sua atividade profissional. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) pediu um parecer ao Conselho Federal de Medicina, que condenou o método. A Anvisa deverá divulgar as medidas que serão tomadas sobre o assunto em breve.

A esse respeito, é preciso dizer que se trata da primeira vez que se ouve falar nessa “consulta popular” em Pernambuco, cujo Conselho Regional de Medicina desaconselhou a prática da auto-hemoterapia através de um parecer apressado e tendencioso. O médico ao qual se refere enfrentando processos é o Dr. Luiz Moura, punido de forma truculenta pelo Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro, para servir de bode expiatório. Quanto ao parecer que a ANVISA pediu e o CFM apresentou, trata-se de um trabalho superficial, incompleto e sem credibilidade, pois o próprio CFM começou a desmanchá-lo ao permitir auto-hemoterapia aplicada por anestesistas.

COMPROVAÇÃO

Algo de correto, no entanto, restou do comentário, quando afirma que “O problema não está nas pessoas que decidem se expor ao tratamento, essa decisão é pessoal e livre.” Mas em seguida sentencia sem qualquer justificativa que “O risco envolvido no processo de autohemoterapia não é desprezível. Podem ocorrer infecções e reações a outras substâncias adicionadas ao sangue no momento da reinfusão no corpo do paciente.”. Trata-se de uma forma de condenar a técnica que vem dando certo há mais de cem anos, porém sem apresentar argumentos plausíveis.

Como se vê, ao contrário do que afirma o comentarista da rádio CBN, não ficou comprovado que “a autohemoterapia é, no mínimo, um tratamento sem comprovação científica, e pode expor seus usuários a riscos ainda não avaliados pela medicina.”. Por fim, dizer que “esses tratamentos podem trazer resultados desastrosos, que nunca são alardeados com o mesmo entusiasmo por seus seguidores” é mais uma distorção, pois se houvessem resultados nocivos, as próprias instituições envolvidas seriam as primeiras a alardearem. Porém até agora não se viu apresentarem nenhum caso de usuário que tenham enfrentado qualquer problema devido ao uso da auto-hemoterapia.

*Jornalista

Leia mais sobre auto-hemoterapia no site http://www.rnsites.com.br/auto-hemoterapia.htm .

 

 

 

CFM VOLTA ATRÁS PARA PERMITIR AUTO-HEMOTERAPIA COM TAMPÃO

 

DESTAQUE DO DIA 

UM DETALHE INTRIGANTE

SOLUÇÃO PARA A SAÚDE EM TEMPOS CAÓTICOS

COMPROVANDO A EFICÁCIA DA AUTO-HEMOTERAPIA

"USO DA AUTO-HEMOTERAPIA ESTÁ CRESCENDO"

PESQUISADOR COMPARA AHT AOS ENXERTOS

ANVISA CONFUSA SOBRE AUTO-HEMOTERAPIA

AUTO-HEMOTERAPIA NO SÉCULO DIÁRIO

 

ROTEIRO

1. O que é auto-hemoterapia?

2. Novidades

3. Abaixo-assinado

4. Pesquisa

5. Histórico

6. Médicos

7. DVD do Dr. Luiz Moura

8. Links

 

 

 

 

1. O que é auto-hemoterapia?

É uma técnica simples, em que, mediante a retirada de sangue da veia e a aplicação no músculo, ela estimula um aumento dos macrófagos, que são, vamos dizer, a Comlurb (Companhia de Limpeza Urbana) do organismo.

Os macrófagos é que fazem a limpeza de tudo. Eliminam as bactérias, os vírus, as células cancerosas, que se chamam neoplásicas. Fazem uma limpeza total, eliminam inclusive a fibrina, que é o sangue coagulado. Ocorre esse aumento de produção de macrófagos pela medula óssea porque o sangue no músculo funciona como um corpo estranho a ser rejeitado pelo Sistema Retículo Endotelial (SRE). Enquanto houver sangue no músculo o Sistema Retículo Endotelial está sendo ativado. E só termina essa ativação máxima ao fim de cinco dias.   

A taxa normal de macrófagos é de 5% (cinco por cento) no sangue e, com a auto-hemoterapia, nós elevamos esta taxa para 22% (vinte e dois por cento) durante 5 (cinco) dias. Do 5º (quinto) ao 7º (sétimo) dia, começa a declinar, porque o sangue está terminando no músculo. E quando termina ela volta aos 5% (cinco por cento). Daí a razão da técnica determinar que a auto-hemoterapia deva ser repetida de 7 (sete) em 7 (sete) dias.   

Essa é a razão de como funciona a auto-hemoterapia. É um método de custo baixíssimo, basta uma seringa. Pode ser feito em qualquer lugar porque não depende nem de geladeira - simplesmente porque o sangue é tirado no momento em que é aplicado no paciente, não há trabalho nenhum com esse sangue. Não há nenhuma técnica aplicada nesse sangue, apenas uma pessoa que saiba puncionar uma veia e saiba dar uma injeção no músculo, com higiene e uma seringa, para fazer a retirada do sangue e aplicação no músculo, mais nada. E resulta num estímulo imunológico poderosíssimo.   

 

TRANSCRIÇÃO DO DVD COM ENTREVISTA DO DR. LUIZ MOURA

INÍCIO

 

2. Novidades

AUTO-HEMOTERAPIA ENFRENTA OBTÁCULOS

DVD do Dr. Luiz Moura tem transcrição na Internet

Estudante de medicina defende auto-hemoterapia

Declaração de Helsinque é ignorada no Brasil

Auto-hemoterapia tem apoio do SINDSAÚDE mineiro

Usuários da AHT abrem novo grupo de discussão

Cineasta diz que DVD Auto-hemoterapia tocou alma do povo

Proibição da pode causar mortes e precisa ser suspensa

Auto-hemoterapia no Jornal do Conselho de Medicina

Proibição da AHT é "equívoco", segundo enfermeiros

Elitismo da medicina retarda aprovação do uso da técnica

 

INÍCIO

 

3. Abaixo-assinado

CLIQUE AQUI OU NA FOTO PARA ACESSAR O ABAIXO-ASSINADO

 

ABAIXO-ASSINADO DEFENDE AUTO-HEMOTERAPIA

INÍCIO

 

4. Pesquisa

 

PESQUISA DO SITE ORIENTAÇÕES MÉDICAS

•  Esta pesquisa é destinada somente para pessoas que fazem ou já fizeram aplicações de Auto-hemoterapia durante um período mínimo de um mês. 

logo de Orientações Médicas

Resultado da primeira pesquisa virtual de
Orientações Médicas sobre Auto-hemoterapia

INÍCIO

 

5. Histórico

 

FANTÁSTICO, CONSELHOS E USUÁRIOS

. "FRAUDE" FORJADA (AUTO-HEMOTERAPIA NO FANTÁSTICO)

. O MÉDICO BAIXOU O NÍVEL (PRESIDENTE DO CFM DETRATA COLEGA)

. PARECER DO CREMERJ É CHEIO DE FALHAS (PARECER NÃO TEM ARGUMENTOS CONTRA AUTO-HEMOTERAPIA)

. AUTO-HEMOTERAPIA, UMA QUESTÃO DE PESQUISA (PARECER DO CFM É CHEIO DE DÚVIDAS)

. PESQUISA E ABAIXO-ASSINADO SOBRE AUTO-HEMOTERAPIA (SITES UTILIZAM ESTES MEIOS PARA CONSTATAÇÕES E DEFESA DA AUTO-HEMOTERAPIA)

. AUTO-HEMOTERAPIA: PROIBIÇÃO PODE SER PENA DE MORTE PARA MUITOS (ARTIGO MOSTRA CONSEQUÊNCIAS DA PROIBIÇÃO)

. CASSAÇÃO DE REGISTRO DO DR. LUIZ MOURA VIOLA DIREITOS HUMANOS

. SUPERFICIALIDADE NO PARECER DO CFM

. CASSAÇÃO DO DR. LUIZ MOURA NO OBSERVATÓRIO DA IMPRENSA

. DR. ALEX BOTSARIS QUER EQUILÍBRIO NA AVALIAÇÃO DA AUTO-HEMOTERAPIA

. CFM ADMITE TERAPIA SEM COMPROVAÇÃO

. PARECERES DO CFM CRIAM CONFUSÃO SOBRE CIÊNCIA

. MÉDICO DO HC-FMUSP DEFENDE ASSOCIAÇÃO

INÍCIO

 

6. Médicos

 

. Médico paulista também recomenda AHT

. Mastologista sugere estímulo à pesquisa

. Proibição à auto-hemoterapia é agressão à arte de curar

. Médico prevê sucesso da auto-hemorerapia

. Médico diz que prescrever auto-hemoterapia é ato de humanidade

. Médico mineiro diz que auto-hemoterapia seria redenção da saúde pública

. Paraibanos aprovam a auto-hemoterapia

INÍCIO

 

7. DVD do Dr. Luiz Moura

 

Auto-Hemoterapia 

Contribuição para a Saúde 

Conversa com Dr. Luiz Moura 

___________________________ 

 

Transcrito do vídeo-depoimento realizado por 

Ana Martinez e Luiz Fernando Sarmento 

_____________________________________________ 

LEIA A TRANSCRIÇÃO DO DVD DO DR. LUIZ MOURA

INÍCIO

 

8. Links

 

. PARTICIPE DO FORUM SOBRE AUTO-HEMOTERAPIA: http://inforum.insite.com.br/66763/

. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE MEDICINA COMPLEMENTAR

INFECÇÃO E SABEDORIA DOS MÉDICOS ANTIGOS

. ASOCIACION MEXICANA PARA EL DIAGNOSTICO Y TRATAMIENTO DE ENFERMEDADES AUTOINMUNES

. AUTOHEMOTRANSFUSÃO COMO PREVENÇÃO DE COMPLICAÇÕES PULMONARES PÓS-OPERATÓRIAS

Artigo publicado no "The American Journal of Surgery" (May, 1936 - pág.321), intitulado "Autohemotransfusion in Preventing Postoperative Lung Complications" e assinado por Michael W. Mettenletter (cirurgião do Pós-Graduate Hospital, de Nova York). Texto em inglês; arquivo pdf.

INÍCIO


VISITAS DESDE 17.04.2008:

 

TOPO

ROTEIRO

NATAL RN SITES

FORUM

FALE CONOSCO