sexta-feira, 23/08/13

AUTO-HEMOTERAPIA - INFORMAÇÕES SOBRE A TERAPIA QUE CURA ATRAVÉS DO SANGUE

 

Auto-hemoterapia é uma técnica que combate e cura doenças com a retirada de sangue da veia e aplicação imediata no músculo. Esta terapia vem salvando vidas há mais de cem anos. Este espaço é dedicado à divulgação desta técnica, difundida pelo Dr. Luiz Moura, do Rio de Janeiro.

 

 

. DVD DR. LUIZ MOURA

. HISTÓRICO

. MÉDICOS  

. PESQUISA  

. BIBLIOTECA  

. LINKS  

. ARQUIVOS


RELATOS

Enfermidades tratadas com auto-hemoterapia, segundo centenas de relatos dos usuários: acnase, aftas, alergias, alzheimer, anemia, ansiedade, artrite, artrose, asma, autoimunohemoterapia, câncer, câncer de pele, cardiopatia, cistite, cistos, colesterol, colite, coração, crohn, depressão, dermatite, derrames, diabetes, doença de chagas, dor de garganta, dores, dores na coluna, enfisema, enxaqueca, epilepsia, erisipela, esclerodermia, espondilite, esteatose, estresse, feridas, fibromialgia, fibroses, fungos, furunculose, gastrite, glaucoma, gota, gripe, hemorróidas, hepatite, hernia de disco, herpes, hipertensão, histoplasmose, hiv, infecções, insônia, labirintite, leucemia, leucopenia, lupus, mal de parkinson, menopausa, menstruação, micoses, mioma, na odontologia, neurofibrose, osteomielite, osteoporose, penfigo, prisão de ventre, problemas anestesia, problemas circulatórios, problemas de pele, problemas de vista, problemas estomacais, problemas pulmonares, problemas renais, psoríase, púrpura, reumatismo, rinite, síndromes, sinusite, tiróide, toxoplasmose, trombose, tumores, várias patologias (1 e 2) , varizes, verrugas, vírus hpv.

 

Protocolo de AHT

 

Epidermólise Bolhosa pode ser

tratada com a auto-hemoterapia

O caso do menor Theo, filho de Clara Colker e neto da coreógrafa Deborah Colker, que tem Epidermólise Bolhosa poderia ser tratado com auto-hemoterapia. Isto pode ser comprovado em consulta ao Dr. Luiz Moura, defensor desta técnica usada há mais de 100 anos, com destaque em dermatologia. Trata-se de técnica proibida de forma ilegal e arbitrária pelo CFM – Conselho Federal de Medicina e Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária desde 2007, através de parecer incompleto e tendencioso e Nota Técnica sem tal poder.

O efeito benéfico da auto-hemoterapia já foi noticiado em mais de 100 enfermidades, porém o Governo e órgãos da área de medicina e farmácia não têm interesse em promover pesquisas na área, já que tal comprovação nos moldes que eles exigem abalaria a produção e venda de medicamentos. Temos conhecimento do caso de um paciente de Dr. Moura com Epidermólise bolhosa que apresentou melhoras com o uso da auto-hemoterapia.

Como é sabido, Auto-hemoterapia é uma técnica que combate e cura doenças com a retirada de sangue da veia e aplicação imediata no músculo. Esta terapia vem salvando vidas há mais de cem anos. A técnica vem sendo difundida pelo Dr. Luiz Moura, do Rio de Janeiro. Outra grande defensora, usuária e estudiosa da auto-hemoterapia é a enfermeira gaucha Ida Zaslavski, que fez contato com a família sugerindo o seu uso na criança, pois a medicina não oferece melhor alternativa.

A enfermeira tira uma grande dúvida: como se trata de criança, as pessoas imaginam coisas dolorosas com a auto-hemoterapia. Mas ela explica que não é doloroso, e tendo um bom preparo emocional ajuda muito. Esclarece que a quantidade para crianças como Theo é pequena e que a aplicação é como tirar sangue para exame, enquanto a injeção é como uma vacina. Afirma ainda que as aplicações não causam reações nem efeitos colaterais. Ida Zaslavsky como enfermeira é terapeuta e há 20 anos se dedica à auto-hemoterapia como um estímulo imunológico.

Ela conheceu a técnica com o Dr. Luiz Moura e leva tão a sério que os resultados do seu trabalho foram transformados em um livro para divulgar e esclarecer a todos sobre o assunto. Ida lembra que a AHT tem muitos resultados positivos na área dermatológica. A uso da auto-hemoterapia em dermatoses vem de tão longe que já em 1924 foi apresentada em Porto, Portugal, uma tese de doutorado sobre o assunto. (Original da tese do Dr. Alberto Carlos David  - http://www.rnsites.com.br/auto-hemoterapia-tese.htm )

Pelo menos de forma geral já é sabido que o Dr. Luiz Moura recomenda a auto-hemoterapia nesses casos, por tratar-se de doença autoimune. No vídeo-depoimento realizado por Ana Martinez e Luiz Fernando Sarmento, mais conhecido como o DVD do Dr Luiz Moura, ela afirma que “Em toda doença que tem uma origem autoimune - quer dizer, tem como origem uma perversão do Sistema Imunológico, que ataca o próprio corpo como se fosse um corpo estranho - é válido o uso da auto-hemoterapia”. (Texto do DVD transcrito - http://www.rnsites.com.br/auto-hemoterapia-1.htm ).

 

 

FONTES

O que é auto-hemoterapia?

 
  DR. LUIZ MOURA

É uma técnica simples, em que, mediante a retirada de sangue da veia e a aplicação no músculo, ela estimula um aumento dos macrófagos, que são, vamos dizer, a Comlurb (Companhia de Limpeza Urbana) do organismo.

Os macrófagos é que fazem a limpeza de tudo. Eliminam as bactérias, os vírus, as células cancerosas, que se chamam neoplásicas. Fazem uma limpeza total, eliminam inclusive a fibrina, que é o sangue coagulado. Ocorre esse aumento de produção de macrófagos pela medula óssea porque o sangue no músculo funciona como um corpo estranho a ser rejeitado pelo Sistema Retículo Endotelial (SRE). Enquanto houver sangue no músculo o Sistema Retículo Endotelial está sendo ativado. E só termina essa ativação máxima ao fim de cinco dias.

A taxa normal de macrófagos é de 5% (cinco por cento) no sangue e, com a auto-hemoterapia, nós elevamos esta taxa para 22% (vinte e dois por cento) durante 5 (cinco) dias. Do 5º (quinto) ao 7º (sétimo) dia, começa a declinar, porque o sangue está terminando no músculo. E quando termina ela volta aos 5% (cinco por cento). Daí a razão da técnica determinar que a auto-hemoterapia deva ser repetida de 7 (sete) em 7 (sete) dias.

Essa é a razão de como funciona a auto-hemoterapia. É um método de custo baixíssimo, basta uma seringa. Pode ser feito em qualquer lugar porque não depende nem de geladeira - simplesmente porque o sangue é tirado no momento em que é aplicado no paciente, não há trabalho nenhum com esse sangue. Não há nenhuma técnica aplicada nesse sangue, apenas uma pessoa que saiba puncionar uma veia e saiba dar uma injeção no músculo, com higiene e uma seringa, para fazer a retirada do sangue e aplicação no músculo, mais nada. E resulta num estímulo imunológico poderosíssimo.

 

 

 

PARA ENTENDER OS FATOS

PARA ENTENDER OS FATOS-II

PARA ENTENDER OS FATOS-III

 


 

   

 

   

 

   

 

   
     
     
 

PESQUISA MOSTRA 1108 USUÁRIOS DA AHT

 

Razões para liberar o uso da

Auto-hemoterapia no Brasil

 

ARQUIVOS COM OUTRAS INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE AUTO-HEMOTERAPIA

 

 
 

PELA LIBERAÇÃO DA AUTO-HEMOTERAPIA NO BRASIL

Para assinar a petição, basta acessar o site http://bit.ly/JFQegr  e seguir as intruções.