Espaço dedicado à divulgação da técnica que combate e cura doenças com a retirada de sangue da veia e aplicação imediata no músculo. Esta terapia vem salvando vidas há mais de cem anos.


INFORMAÇÕES SOBRE AUTO-HEMOTERAPIA, A TERAPIA QUE CURA ATRAVÉS DO SANGUE


09.12.2008

Jornalista insiste junto ao MPF para liberar auto-hemoterapia

--- Walter Medeiros

A luta pela liberação do uso da auto-hemoterapia no Brasil ganhou ontem um novo capítulo, com a apresentação, pelo jornalista capixaba Ubervalter Coimbra, de um recurso contra o arquivamento da denúncia que fez contra o Conselho Federal de Medicina – CFM e a ANVISA no último dia três de novembro. Em documento dirigido à Subprocuradora-Geral da República, Gilda Pereira de Carvalho, o jornalista recorre à instância superior do Ministério Público Federal pedindo a retificação da decisão que lhe foi comunicada no dia quatro de dezembro.

Conforme fica claro na argumentação que resultou no arquivamento da denúncia, os argumentos do denunciante não foram levados em consideração, apesar de muito claros e contundentes. A decisão levou em conta somente os argumentos do CFM e da ANVISA, cujo teor já foi mostrado amplamente como tendenciosos, incompletos e ilegais. Na representação, o cidadão requer a proteção dos brasileiros para uso de técnica de cura centenária, a auto-hemoterapia, que aumenta a imunidade em quatro vezes, curando um sem número de doenças ou, pelo menos, minimizando seus efeitos. Requer ainda ações enérgicas contra a Anvisa e CFM por considerar que feriram a Constituição Federal em suas decisões.
 

DETURPAÇÕES

O recurso mostra que a Anvisa e o CFM distorcem a verdade quando negam a segurança e a eficácia da auto-hemoterapia. Alega que no total 450 casos de tratamentos com auto-hemoterapia foram pesquisados pelos médicos  Jessé Teixeira e Michael W. Mettenletter. O cientista brasileiro Dr. Jessé Teixeira publicou o resultado de suas pesquisas na "Revista Brasil-Cirúrgico, órgão oficial da Sociedade Médico-Cirúrgica do Hospital Geral da Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro em Março de 1940 - Volume II. Michael W. Mettenletter, por sua vez, relatou suas pesquisas em artigo publicado no "The American Journal of Surgery" (May, 1936 - pág. 321). Fez o trabalho no Pós-Graduate Hospital, de Nova York. Aqui foram citados apenas dois de um sem número de pesquisas que apontam segurança e eficácia para a técnica.
Em vista dessas deturpações, o requerente indaga: “Quantos medicamentos não têm de ser recolhidos pela mesma Anvisa por efeitos colaterais não observados, que causam até mesmo mortes de usuários?”, asseverando que “É sabido que muitos laboratórios farmacêuticos compram estudos de segurança e eficácia de seus novos produtos de cientistas inescrupulosos.”

CONTRADIÇÕES

Segundo ele, “Se a Anvisa e o CFM aprofundassem suas pesquisas à época da edição de sua Nota Técnica e do Parecer, veriam que milhares de outros textos médicos, muitos dos quais indexados, confirmariam a eficácia da auto-hemoterapia num sem número de doenças. Destaca também trecho de artigo do médico Dr. Alex Botsaris sobre a questão do quantitativo e qualitativo de textos médicos sobre o tema: "...Não é verdade que essa terapêutica não tenha nenhum fundamento, nem que não haja nenhum trabalho publicado sobre ela na literatura mundial ou nacional, como afirma a SBHH". O médico explicou que "Na base de dados Pubmed, do NIH (Instutito Nacional de Saúde americano), considerada a maior base de dados médicos do mundo, existem cerca de 106 estudos científicos publicados sobre auto-hemoterapia, a maioria sendo clínicos."  Observa ainda que a Nota Técnica da Anvisa teve o efeito devastador, até sobre as pesquisas cientificas, como as realizadas pelo médico Dr. João Veiga, cirurgião e secretário da Saúde de Olinda, que foram paralisadas. Em entrevista veiculado no Jornal Folha de Pernambuco, edição de 27 de abril de 2007, o médico afirmou que  "...Apesar do uso indiscriminado pela população, com orientação médica ou não, nos últimos anos não foi registrado nenhum trabalho que comprovasse ou desautorizasse o método...". Acrescentou que "...Como médico e fazendo a auto-hemoterapia em pacientes com artropatia não tenho dúvidas da eficácia do método como coadjuvante para tratar artropatias crônicas, estimulando o sistema imunológico dos pacientes, podendo ser eficiente em outras doenças.”. Dr. Veiga mantém a conduta de que a auto-hemoterapia deve ser praticada ou orientada por médicos e conclui: “repudio a conduta desrespeitosa e desinformada de algumas autoridades médicas que depuseram no programa Fantástico da Rede Globo de Televisão".
 

DESAMPARO

Ubervalter afirma no seu recurso que “o clamor nacional é pela permissão irrestrita para a prescrição da auto-hemoterapia pelos médicos que julguem o emprego da técnica necessário ao tratamento da saúde de seus pacientes.” Na sua opinião, “Ainda que a Anvisa procurasse, digamos, proteger o cidadão, sua Nota Técnica produziu então efeito contrário. Os pacientes ficaram ao desamparo da atenção dos verdadeiros médicos, como o dr. Luiz Moura  -  que deu notável entrevista sobre o tema  -  posto que os médicos estão impedidos de prescrever tal técnica.”
Reafirmando os termos da denúncia apresentada à Procuradoria Geral da República nos termos do documento que recebeu o n° 2008.024631 MPF/PR/ES, o denunciante mantém o entendimento  de que a Constituição Federal foi afrontada pela Anvisa e pelo CFM com sua Nota Técnica e seu Parecer, respectivamente, pois impedem os brasileiros de usar a auto-hemoterapia, técnica universalmente aplicada, menos no Brasil. Pede que seja reformada a Decisão do Procurador Federal e pedindo que o processo siga seu curso, “resultando em providências que defendam o cidadão”. 

14.12.2008 

RECURSO DE UBERVALTER RECEBE APOIO

Defensores da Auto-hemoterapia estão enviando mensagens por e-mail e pelos correios para a Sub-Procuradora Geral da República, Gilda Pereira Carvalho, em apoio ao Recurso Apresentado pelo jornalista Ubervalter Coimbra contra o arquivamento de petição na qual acusa de parcialidade o Conselho Federal de Medicina – CFM e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA. O documento recebeu o Protocolo nº 2008.027700, em 9 de dezembro corrente.

Uma série de questões está sendo colocada para reflexão da Procuradoria, começando por indagar: “Estariam por acaso equivocadas as autoridades de Sáude de outros países, inclusive aqueles considerados de primeiro mundo, por permitirem a livre prática da Auto-Hemoterapia, ao contrário do exemplo do nosso Brasil?”, seguindo: “Estariam ainda equivocadas as autoridades do México, ao reconhecerem a eficácia da Auto-Hemoterapia, como um importante tratamento coadjuvante no combate em várias doenças?”, além desta pergunta: “Será que milhares de pessoas que se utilizam desta prática estão mentindo em seus depoimentos e relatos encontrados em muitos sites por toda internet?”

CASO CLÍNICO

Em seguida os defensores da técnica questionam: “Por acaso, O ESTUDO DE CASO CLÍNICO: O TRATAMENTO DE FERIDAS ATRAVÉS DA AUTOHEMOTERAPIA: UNIPAC - Universidade Presidente Antônio Carlos de Juiz de Fora MG - Autores: Dra. GEOVANINI, Telma - Mestre em Enfermagem e Coordenadora do Curso de Enfermagem, e Dr. NORBERTO, M.M.Correa - Médico Cirurgião Geral e Mastologista, não foi elaborado por pessoas responsáveis, altamente capacitadas, conforme apontam suas qualificações e atividades profissionais, a ponto de concluírem a eficácia da Auto-Hemoterapia, como transcreve a seguir um trecho de suas observações: ‘Diante das evidências inequívocas deste estudo, concluímos que a auto-hemoterapia como fator de incremento da imunidade natural do organismo, mostrou-se eficiente ao ser utilizada como um tratamento coadjuvante em feridas e lesões da pele’.

Segundo o apelo, “Não se tem notícia, em mais de 100 anos de prática, de um único relato de alguém que tenha se prejudicado, com o uso da Auto-Hemoterapia.”. Indaga ainda: “Estaria mesmo certo somente o Brasil, e o restante do Mundo errado?”, para lembrar que “Em congressos internacionais sobre o assunto, pesquisadores chegaram a discutir que os benefícios da Auto-Hemoterapia podem ser muito maiores do que se supõe, devido a presença de células troncos no sangue.”. Alega que “Poderia ainda citar muitos outros exemplos, mas com certeza, estes tópicos são mais do que suficientes para antagonizar e contestar os argumentos apresentados pela ANVISA e CFM.”

PREJUÍZOS

Assevera que “O fato é que com a proibição da prática, muitas pessoas foram prejudicadas, pois tiveram seus tratamentos interrompidos, dentre tantos, a Luciana, portadora de púrpura...cujo relato está no link: http://www.orientacoesmedicas.com.br/comentario_integra.asp?cdg=731 . Fato mais grave ainda, é a interrupção de muitas pesquisas, sob ameaças de cassação do registro profissional das pessoas ligadas a Área da Saúde que por ventura se encontrarem envolvidas com a Auto-Hemoterapia.”

Argumenta com a opinião de renomado jurista segundo o qual "Há casos em que faz-se necessário transcender as Leis humanas, e basear-se fundamentalmente no bom senso, na lógica, e principalmente ater-se no sincero sentimento de ser justo com o próximo, a fim de que a Verdadeira Justiça possa ser feita em sua amplitude maior". Como a decisão envolve milhões de pessoas, que quem não for favorável à prática da Auto-Hemoterapia não façam uso; mas impedir as pessoas que necessitam deste tratamento é o mesmo que condená-las a maior sofrimento, quiçá até mesmo à morte.”

O documento está sendo enviado ao Presidente da República, ao Vice-Presidente da República, ao Presidente do Supremo Tribunal Federal, ao Presidente do Superior Tribunal de Justiça, ao Presidente Nacional da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB e outras autoridades.

 

 

DESTAQUES DO DIA 

PESQUISA INDICA DOENÇAS CURADAS COM AUTO-HEMOTERAPIA

MÉDICO LEVANTA DÚVIDAS SOBRE PARECER DO CFM

AHT EM CONGRESSO MÉDICO COM PALESTRA E STAND

JORNALISTA CAPIXABA DENUNCIA ANVISA E CRM

CONSELHOS DE SAÚDE VÃO DISCUTIR AUTO-HEMOTERAPIA

A HORA DE SAIR DO EMPIRISMO

AUTO-HEMOTERAPIA: ESPERANÇA POLÊMICA

EVIDÊNCIAS DA AHT PRECISAM SER PESQUISADAS

AUTO-HEMOTERAPIA E LIBERDADE

SAÚDE SEM FOCO NA CBN

CFM VOLTA ATRÁS PARA PERMITIR AUTO-HEMOTERAPIA COM TAMPÃO

 
 

UM DETALHE INTRIGANTE

SOLUÇÃO PARA A SAÚDE EM TEMPOS CAÓTICOS

COMPROVANDO A EFICÁCIA DA AUTO-HEMOTERAPIA

"USO DA AUTO-HEMOTERAPIA ESTÁ CRESCENDO"

PESQUISADOR COMPARA AHT AOS ENXERTOS

ANVISA CONFUSA SOBRE AUTO-HEMOTERAPIA

AUTO-HEMOTERAPIA NO SÉCULO DIÁRIO

 

ROTEIRO

1. O que é auto-hemoterapia?

2. Novidades

3. Abaixo-assinado

4. Pesquisa

5. Histórico

6. Médicos

7. DVD do Dr. Luiz Moura

8. Links

 

 

 

 

1. O que é auto-hemoterapia?

É uma técnica simples, em que, mediante a retirada de sangue da veia e a aplicação no músculo, ela estimula um aumento dos macrófagos, que são, vamos dizer, a Comlurb (Companhia de Limpeza Urbana) do organismo.

Os macrófagos é que fazem a limpeza de tudo. Eliminam as bactérias, os vírus, as células cancerosas, que se chamam neoplásicas. Fazem uma limpeza total, eliminam inclusive a fibrina, que é o sangue coagulado. Ocorre esse aumento de produção de macrófagos pela medula óssea porque o sangue no músculo funciona como um corpo estranho a ser rejeitado pelo Sistema Retículo Endotelial (SRE). Enquanto houver sangue no músculo o Sistema Retículo Endotelial está sendo ativado. E só termina essa ativação máxima ao fim de cinco dias.   

A taxa normal de macrófagos é de 5% (cinco por cento) no sangue e, com a auto-hemoterapia, nós elevamos esta taxa para 22% (vinte e dois por cento) durante 5 (cinco) dias. Do 5º (quinto) ao 7º (sétimo) dia, começa a declinar, porque o sangue está terminando no músculo. E quando termina ela volta aos 5% (cinco por cento). Daí a razão da técnica determinar que a auto-hemoterapia deva ser repetida de 7 (sete) em 7 (sete) dias.   

Essa é a razão de como funciona a auto-hemoterapia. É um método de custo baixíssimo, basta uma seringa. Pode ser feito em qualquer lugar porque não depende nem de geladeira - simplesmente porque o sangue é tirado no momento em que é aplicado no paciente, não há trabalho nenhum com esse sangue. Não há nenhuma técnica aplicada nesse sangue, apenas uma pessoa que saiba puncionar uma veia e saiba dar uma injeção no músculo, com higiene e uma seringa, para fazer a retirada do sangue e aplicação no músculo, mais nada. E resulta num estímulo imunológico poderosíssimo.   

 

TRANSCRIÇÃO DO DVD COM ENTREVISTA DO DR. LUIZ MOURA

INÍCIO

 

2. Novidades

AUTO-HEMOTERAPIA ENFRENTA OBTÁCULOS

DVD do Dr. Luiz Moura tem transcrição na Internet

Estudante de medicina defende auto-hemoterapia

Declaração de Helsinque é ignorada no Brasil

Auto-hemoterapia tem apoio do SINDSAÚDE mineiro

Usuários da AHT abrem novo grupo de discussão

Cineasta diz que DVD Auto-hemoterapia tocou alma do povo

Proibição da pode causar mortes e precisa ser suspensa

Auto-hemoterapia no Jornal do Conselho de Medicina

Proibição da AHT é "equívoco", segundo enfermeiros

Elitismo da medicina retarda aprovação do uso da técnica

 

INÍCIO

 

3. Abaixo-assinado

CLIQUE AQUI OU NA FOTO PARA ACESSAR O ABAIXO-ASSINADO

 

ABAIXO-ASSINADO DEFENDE AUTO-HEMOTERAPIA

INÍCIO

 

4. Pesquisa

 

PESQUISA DO SITE ORIENTAÇÕES MÉDICAS

•  Esta pesquisa é destinada somente para pessoas que fazem ou já fizeram aplicações de Auto-hemoterapia durante um período mínimo de um mês. 

logo de Orientações Médicas

Resultado da primeira pesquisa virtual de
Orientações Médicas sobre Auto-hemoterapia

INÍCIO

 

5. Histórico

 

FANTÁSTICO, CONSELHOS E USUÁRIOS

. "FRAUDE" FORJADA (AUTO-HEMOTERAPIA NO FANTÁSTICO)

. O MÉDICO BAIXOU O NÍVEL (PRESIDENTE DO CFM DETRATA COLEGA)

. PARECER DO CREMERJ É CHEIO DE FALHAS (PARECER NÃO TEM ARGUMENTOS CONTRA AUTO-HEMOTERAPIA)

. AUTO-HEMOTERAPIA, UMA QUESTÃO DE PESQUISA (PARECER DO CFM É CHEIO DE DÚVIDAS)

. PESQUISA E ABAIXO-ASSINADO SOBRE AUTO-HEMOTERAPIA (SITES UTILIZAM ESTES MEIOS PARA CONSTATAÇÕES E DEFESA DA AUTO-HEMOTERAPIA)

. AUTO-HEMOTERAPIA: PROIBIÇÃO PODE SER PENA DE MORTE PARA MUITOS (ARTIGO MOSTRA CONSEQUÊNCIAS DA PROIBIÇÃO)

. CASSAÇÃO DE REGISTRO DO DR. LUIZ MOURA VIOLA DIREITOS HUMANOS

. SUPERFICIALIDADE NO PARECER DO CFM

. CASSAÇÃO DO DR. LUIZ MOURA NO OBSERVATÓRIO DA IMPRENSA

. DR. ALEX BOTSARIS QUER EQUILÍBRIO NA AVALIAÇÃO DA AUTO-HEMOTERAPIA

. CFM ADMITE TERAPIA SEM COMPROVAÇÃO

. PARECERES DO CFM CRIAM CONFUSÃO SOBRE CIÊNCIA

. MÉDICO DO HC-FMUSP DEFENDE ASSOCIAÇÃO

INÍCIO

 

6. Médicos

 

. Médico paulista também recomenda AHT

. Mastologista sugere estímulo à pesquisa

. Proibição à auto-hemoterapia é agressão à arte de curar

. Médico prevê sucesso da auto-hemorerapia

. Médico diz que prescrever auto-hemoterapia é ato de humanidade

. Médico mineiro diz que auto-hemoterapia seria redenção da saúde pública

. Paraibanos aprovam a auto-hemoterapia

INÍCIO

 

7. DVD do Dr. Luiz Moura

 

Auto-Hemoterapia 

Contribuição para a Saúde 

Conversa com Dr. Luiz Moura 

___________________________ 

 

Transcrito do vídeo-depoimento realizado por 

Ana Martinez e Luiz Fernando Sarmento 

_____________________________________________ 

LEIA A TRANSCRIÇÃO DO DVD DO DR. LUIZ MOURA

INÍCIO

 

8. Links

 

. PARTICIPE DO FORUM SOBRE AUTO-HEMOTERAPIA: http://inforum.insite.com.br/66763/

. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE MEDICINA COMPLEMENTAR

INFECÇÃO E SABEDORIA DOS MÉDICOS ANTIGOS

. ASOCIACION MEXICANA PARA EL DIAGNOSTICO Y TRATAMIENTO DE ENFERMEDADES AUTOINMUNES

. AUTOHEMOTRANSFUSÃO COMO PREVENÇÃO DE COMPLICAÇÕES PULMONARES PÓS-OPERATÓRIAS

Artigo publicado no "The American Journal of Surgery" (May, 1936 - pág.321), intitulado "Autohemotransfusion in Preventing Postoperative Lung Complications" e assinado por Michael W. Mettenletter (cirurgião do Pós-Graduate Hospital, de Nova York). Texto em inglês; arquivo pdf.

INÍCIO


VISITAS DESDE 17.04.2008:

 

TOPO

ROTEIRO

NATAL RN SITES

FORUM

FALE CONOSCO